terça-feira, 13 de outubro de 2015

Comunicação


Na maior parte das vezes eu não me ofendo com o que me dizem, mas sim a maneira como me comunicam as coisas. Embora este assunto possa dar uma dissertação gigante, existem maneiras diferentes de dizer as coisas. Muitas vezes depende da atitude com que as coisas são ditas. Ora, se as coisas me são ditas de forma arrogante, em que se pressupõe que a outra pessoa sabe mais que eu, isso leva automaticamente a uma resposta torta da minha parte. Detesto mamãs com a mania que têm sempre razão… Lamento.
O mesmo se aplica à forma como eu comunico, que vai desde o passivo ao agressivo, dependendo das pessoas. Nem sempre consigo ser assertiva, porque nem sempre me consigo controlar e contar até dez. Já tive alguns dissabores por causa disto, mas creio que o “saltar a tampa” acontece a todos. No meu exemplo pessoal existe uma agravante: como normalmente sou passiva demais vou “aceitando” muita coisa e o copo vai enchendo, quando explode, o que é raro, saltam estilhaços para todo o lado e normalmente sai asneira!
E vocês conseguem-se controlar ou também têm dissabores?

4 comentários:

  1. Tento controlar-me (já tive alturas em que também acumulava, depois explodia e a seguir arrependia-me de ter explodido :)

    ResponderEliminar
  2. Um pouco dos 2, mas que seria de nmós se tivessemos sempre o mesmo temperamento? Seriamos maquinas ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas devíamos ir soltando as nossas raivinhas de vez enquanto, certo?

      Eliminar

Todos os comentários são sempre bem-vindos ;)