terça-feira, 17 de novembro de 2015

Canto de sereia

Hoje o meu namorado estava a cantar: "Oliveirinha da Serra..." e eu cantei com ele. Ao que ele se vira para mim e diz: "Não é assim tens de fazer uma voz mais fininha". Eu, estridentemente, fiz a voz mais alta e fininha que consegui. Ora a cara dele... O horror dele a olhar para mim... Entornou o azeite todo sobre o prato até fazer poça! Passei o jantar todo a rir com lágrimas nos olhos! Já me animou o dia!


9 comentários:

Gata disse...

ahahahah Eu canto pessimamente e são os meus gatos que ficam especados a olhar para mim!

Isa Sá disse...

Então já valeu a pena entornar o azeite!

Isabel Sá
http://brilhos-da-moda,blogspot.pt

Nina disse...

E os vizinhos gostaram?? lol

MAG disse...

Não lhes perguntei, mas considerando que também não gosto de acordar com berros às 7h da manhã de Sábado e Domingo por causa deles, não quero saber!

Sílvia Maria disse...

Já pensaste em seguir uma carreira artística no rancho folclórico? Talento desperdiçado!

MAG disse...

Eu costumo dizer no eu emprego que, no dia em que cantar, os meus colegas hão-de mandar pela janela...

Sílvia Maria disse...

ao menos, durante o voo, pia fininho!

maria mestre disse...

Deve ter sido tão engraçado... Meti-me aqui a imaginar a cena.

Maria do Mundo disse...

Eu costumava fazer dessas brincadeiras ao meu afilhado quando ele era pequeno e ele ria até às lágrimas.