domingo, 29 de novembro de 2015

Some self esteem...



Há pouco tempo li um artigo sobre como ter uma mente optimista. Nesse artigo enunciavam alguns dos problemas das pessoas pouco optimistas ou nervosinhas, como eu. Identifiquei-me tanto com alguns pontos que resolvi partilhar.

1 . Não tire conclusões precipitadas. - Não fazer julgamentos precipitados. O querer saber tudo faz-nos tirar muitas vezes conclusões que não correspondem à verdade. A nossa mente leva-nos a fazer filmes de coisas simples. O melhor é relaxar e não ligar tanto ao que se passa à nossa volta.

2. Não leve as atitudes dos outros que nos magoam a peito. - Não precisamos de ficar ofendidos por tudo e por nada. Não sabemos a vida das outras pessoas e, por vezes, as pessoas podem estar a passar um mau bocado. Caso nos queiram mesmo magoar, o melhor a fazer é afastarmo-nos, na medida do possível, dessas pessoas.

3. Não responda a todo o tipo de provocações. Simplesmente ignore. - Infelizmente existem pessoas que estão sempre a provocar por maldade. A melhor saída é não dar troco. Se as pessoas perceberem que não nos afectam pode ser que deixem de nos provocar. Podemos sempre dizer à pessoa em causa que com os ânimos exaltados não conseguimos conversar e que iremos esperar que essa pessoa se acalme.

4.  Não crie expectativas. - Este para mim é o pior, porque estou sempre a sonhar acordada e a planear as coisas... Moldamos as nossas atitudes a pessoas ou momentos especiais, mas eles não existem. O melhor é vivermos para os momentos reais em vez de fantasiarmos tanto com o que irá acontecer. Aproveitar o agora :)

5. Temos de nos valorizar. - Sermos os primeiros a acreditar em nós próprios, a mimarmo-nos e a gostarmos de nós. Ser os primeiros a termos orgulho em quem somos. E se há algo que não gostamos, porque não melhorarmo-nos?

6. Comece sempre o dia com um sorriso. - Se formos afáveis e bem-educados, de certeza que receberemos mais sorrisos de volta.

7. Faça o que lhe apetece sem pensar nos outros. - Agir de acordo com os nossos desejos e vontades sem pensar na moralidade dos outros. Para de tentar agradar a terceiros sacrificando as nossas próprias vontades e gostos. (Claro que respeitando a liberdade dos outros para fazer o mesmo!)

17 comentários:

Inês disse...

O não criar expectativas para mim é muito difícil, mas lá vou tentando viver dia a dia, sem pensar muito.

maria mestre disse...

Eu por acaso até não sou uma pessoa de criar grandes expetativas, aliás sou um bocado pessimista.

Maria do Mundo disse...

È muito importante aprendermos a valorizar-nos.

Leonor disse...

Para mim os mais difíceis são o 4 e o 7. Mas vou tentando melhorar..

Andreia Morais disse...

Não criar expectativas é sempre difícil, porque acaba por ser inevitável, mas se conseguirmos seguir esses pontos as coisas correm melhor!

r: É mesmo isso.
Boa semana*

MariaXL disse...

Só boas dicas! Cumpro quase todas, apenas me deixo influenciar talvez ainda em demasia por algumas atitudes das pessoas!
Uma excelente semana com a autoestima sempre em alta! :-)

Girl in the Clouds disse...

São bons conselhos, mas quanto ao 4, acho que temos que manter um pé na realiade e outro no sonho, afinal o sonho e as expetativas também nos movem!!

Lea disse...

Para mim o mais complicado é o ponto um! Fazer filmes é comigo...mas estou a esforçar-me por melhorar!

MAG disse...

Muito Obrigada e igualmente ;)

MAG disse...

Força nisso, usa phones se for preciso e abstraí-te ;)

MAG disse...

Mas ter esperança também pode ser bom ;)

MAG disse...

Exactamente ;) Bjs

MAG disse...

Eu também, mas em todos. Força nisso!

MAG disse...

Concordo! Boa Semana! Bjs

MAG disse...

Havias de ver os que faço às vezes... Força nisso! Bjs

MAG disse...

Obrigada e igualmente! Boa semana :)

Esperança disse...

Também sou uma pessoa pouco optimista e nervosinha, por isso já andei a ler e pesquisar sobre auto-estima. Também andei a tentar colocar em prática todas as dicas/truques que lia, mas nem sempre davam resultado...
Não criar expectativas e fazer o que quisesse, sem pensar nos outros, são os mais difíceis de colocar em prática.