domingo, 31 de janeiro de 2016

Opinião?

Ter opiniões próprias é bom, mas partilhá-las será sempre bom? Pior é quando as queremos forçar a alguém. Através da história, tanto temos exemplos de grandes pensadores, como exemplo de grandes ditadores...

Como sabemos o que é bom ou mau? O que vale ou não a pena partilhar? Como saber o que é válido e correcto? Instinto? 

Eu tenho direito a ter a minha opinião, então como saber o que é correcto, se afecto alguém e quando devo estar calada e abster-me de me meter nos assuntos dos outros, ainda que seja com o intuito de ajudar?

Aproveitar a vida!

Ontem voltei a ir ao dentista, fui só arranjar o arranjo que tinha caído no início da semana. Apesar disso e, provavelmente porque era uma médica diferente, tive de pagar o arranjo. Em princípio para a semana fica tudo finalizado, pelos menos estou com esperança que sim. Acabo por aproveitar estas consultas para por as leituras em dia na sala de espera...

À tarde fui passear por Cascais e aproveitar a companhia de uma grande amiga que já não via há algum tempo.  E soube tão bem, o sol, a boa companhia e a torrada com chá na Sacolinha :)

Quanto às enxaquecas tenho andado a tomar magnésio e ando a reduzir no stress e as coisas melhoraram!

E o vosso fim de semana foi bom? Boa semana a todos!

quarta-feira, 27 de janeiro de 2016

Mais uma!

 

Uma das minhas lojas preferidas do Cascaishopping vai-se embora. Domingo fui de passagem à Promod ver as novidades e os saldos e as senhoras que lá trabalham deram-me a triste notícia que no fim do mês serão dispensadas e vão para casa. A loja vai fechar! Segundo me explicaram, o Shopping estava a pedir que fizessem remodelações e iam aumentar a renda da loja. Ora, a responsável de loja achou que, face às novas condições, mais valia fechar. Era uma das minhas lojas preferidas e das que conheço (Faro, Vasco da Gama e Cascaishopping) era a mais organizada de todas. Espero que todas estas pessoas arranjem algo em breve. Pelo menos as funcionárias da Promod, que eu já conhecia bem, eram cinco estrelas a atender.

terça-feira, 26 de janeiro de 2016

True!


Reclamação atendida - cliente satisfeita!

E a minha reclamação na FNAC – vejam este POST – foi atendida! Enviaram-me no Domingo um e-mail a dizer que parte do dinheiro ia para um cartão oferta digital e a outra parte para o meu cartão FNAC. Pelo menos os 10€ do produto estar mais barato consegui recuperar, o restante da entrega ter sido feita fora do tempo recuperei parte, pois apesar de tudo a entrega foi feita em casa. A bem dizer da verdade, o e-mail que me enviaram não explica grande coisa, diz só que foi atendida a minha reclamação e que me colocaram o valor X num cartão eletrónico e o Y no meu cartão da FNAC, mas neste momento sou uma cliente satisfeita.

segunda-feira, 25 de janeiro de 2016

Pode vir o próximo!

Fim de semana de dentista e enxaquecas. Acordei com os olhos a lacrimejar de tantas dores de cabeça que fui tendo e, fora as compras da semana que tinha mesmo que fazer, o resto foi passado a descansar em casa. Sábado de manhã acordei de madrugada e fui ao dentista e ao higienista. À noite, enquanto passava o fio dental, caiu-me um pouco do arranjo… Hoje voltei a acordar com as malditas enxaquecas, que podem ser dos dentes, portanto toca de ligar e tentar marcar uma consulta de urgência.
Fora as dores de cabeça hoje estou um pouco sensível a tudo, barulhos, luzes, tudo me parece incomodar, desde o colega que faz barulho com a colher na caneca de café, até ao lançar o agrafador contra a mesa e os colegas que estão ao telefone ao meu lado… Espero que melhore!
Boa semana a todos!

quinta-feira, 21 de janeiro de 2016

Pessoas boas :)

Hoje, para compensar o dia menos bom de ontem, tive uma demonstração de que ainda existem pessoas bem queridas. Fui ao dentista de manhã e quando voltei não pude comer durante três horas. Ora, como sou meio nabiça, tinha tomado o pequeno-almoço às 7 da manhã... Às 15h quando fui comer qualquer coisa já ia meio branca e com tremeliques e, como ainda havia comida no restaurante apesar de já estarem a arrumar, pedi à gerente se ainda me servia e ainda comi um bom peixinho grelhado com batatas. No fim  a gerente ofereceu-me a sobremesa porque, segundo palavras dela, o meu prato ia mal guarnecido. Soube-me tão bem! Pão de ló com doce de ovo e amêndoas laminadas por cima :)

quarta-feira, 20 de janeiro de 2016

Olho verde!!!

Se há coisa que me afecta são pessoas que desejam o mal de outras. Pessoas que conseguem dizer: Aquela pessoa não merecia o resultado x, quem merecia x era eu! Em vez de dizerem: eu também merecia, dedicam os seus dias a sentir-se injustiçadas (ressabiadas) e a dizer aos outros o quão injusta é a vidinha delas e como são sempre superiores aos outros (apenas não são reconhecidas). Acrescentam ainda que os outros (que têm mais) são burros, devem ter dado graxa e foram injustamente reconhecidos! E a maneira como olham, directamente na nossa cara, como que a provocar discussão! Nunca na vida tinha sentido isto de ninguém!
 
Tanta falta de espelho que há em casa de algumas pessoas, falta de humildade, de tudo… Enfim, acho que vou ali à bruxa, ou comprar algo para o mau olhado, e já volto!

segunda-feira, 18 de janeiro de 2016

A minha próxima compra...


"From the author of the international publishing sensation "Life of Pi" comes the story of a quest for a lost relic. The journey takes us from Africa in the 1600s through Portugal at the turn of the last century to contemporary North America.Showcasing Martel's trademark delight in the fundamental stories that unite us, "The High Mountains of Portugal" unfolds with a dazzling lightness of touch. With its intricately woven layers of meaning and all the pleasures and surprises of a good yarn, it is also a beautiful, tender, clear-eyed and heartfelt exploration of love, suffering, faith and evolution. By turns funny, tragic and sublime, "The High Mountains of Portugal" reminds us that it is our ability to weave remarkable stories out of our spiritual and philosophical concerns that makes us - and keeps us - human."

(Do autor do livro "A vida em PI" (lembram-se do filme?) chega-nos uma nova história sobre a busca de uma relíquia perdida. A viagem leva-nos de África, em 1600, para Portugal no virar do século passado e para o continente Norte Americano contemporâneo. Continuando na mesma senda das histórias de Martel, “As montanhas altas de Portugal” desenrola-se com uma leveza de toque deslumbrante. Com camadas intrincadas tecidas de significado e todos os prazeres e surpresas de um excelente fio condutor na história, é também uma bela, suave e sincera exploração do amor, sofrimento, fé e evolução.
De engraçado a trágico e sublime, "As montanhas altas de Portugal" lembra-nos que é a nossa capacidade de tecer histórias notáveis sobre as nossas preocupações espirituais e filosóficas que nos faz - e nos mantém humanos.)

Festas de crianças...

Este fim de semana fui a uma festa de aniversário de crianças de 6 anos. Que terror! 20 e poucas crianças a correr de um lado para o outro, algumas à briga, outras e com expressões muito adultas, a dizer "que seca!" enquanto dão o jeito ao cabelo, com birras e choro... Tenho pavor de crianças juntas nesta idade. Acho que quando tiver filhos, alugo um espaço, contrato monitores e mando vir comida feita. Não me estou a ver a passar noites em branco a decorar bolos (com a minha falta de jeito haviam de ficar lindos :S ), a fazer refeições, convites, pinhatas... Será que isto me passa quando for mãe?

sexta-feira, 15 de janeiro de 2016

Review





Pode ser bom para outras pessoas, mas comigo não funciona. Continuo a lavar o cabelo todos os dias, mas não se guiem por mim, eu faço alergia ao champô Johnson's Baby e aos champôs da Dercos e Ducray para cabelos oleosos, portanto experimentem e contem de vossa justiça :)

quinta-feira, 14 de janeiro de 2016

Saga do dentista!

 Fui a uma dentista em Cascais que, cada vez que me arranjava um dente, eu ficava com dores e ela dizia que era eu que era sensível. A última vez que lá fui disse que eu precisava de fazer uma coroa, que tinha que a fazer pelo privado porque pelo seguro de saúde de certeza que não ficava bem e que tinha de lhe pagar 1000€!!

Voltei a ir à Clínica da Praça de Espanha e esse dente foi arranjado sem dor, em meia hora e bem por 30€!

PS: Os preços aqui descritos são os do seguro, os dentistas podem ser bem mais baratos ou bem mais caros, sem se ter seguro. O que eu não gostei foi da atitude de querer cobrar para ela fora do seguro, provavelmente, para meter ao bolso. E ainda ter a lata de dizer que pelo seguro o trabalho não ia ser tão bom...

quarta-feira, 13 de janeiro de 2016

A minha experiência com o self-service da lavandaria...

http://uwash.pt/

Aqui por terras de Alcabideche, vamos à lavandaria Self-service e entregamos a roupa, passado umas horas (havia fila de espera em sacos à minha frente) vamos buscar a roupa já dobrada. Demorou umas três horas e a rapariga que lá está é meio perdida, primeiro disse uma hora e depois quando lá fui, passadas duas, já demorava mais uma hora. Tive de vir para casa e voltar lá. A roupa supostamente já vem dobrada, mas ainda tenho de lhe dar um grande jeito. Com cartão (5€) tudo o que por lá se faz custa menos 0,50€. A ir mais vezes terá de ser ao Sábado de manhã, pois hoje eu estava de férias e levei a roupa às 16h e só estava pronta às 19h45...

Esquisitices...

Será normal que só tenha aprendido a estalar os dedos em adulta e nas aulas de sh'bam? E que só saiba estalar os dedos da mão direita e da esquerda não? E que não saiba assobiar ainda?

terça-feira, 12 de janeiro de 2016

My kind of madness...


Das minhas inseguranças!

É uma situação a corrigir, mas creio que seria bem menos insegura se começasse a falar bem menos. Depois de uma conversa com alguém fico sempre a pensar se não terei falado demais. Há coisas que, por muito verdadeiras que sejam para mim, não vale a pena dizer em voz alta. Arranjaria menos problemas se ouvisse mais e falasse menos até porque, por vezes, me arrependo das coisas logo a seguir às dizer... Talvez por pensar assim gosto de ir almoçar sozinha, assim garanto que não sai asneira.
Não sinto os gémeos, mal consigo andar!

segunda-feira, 11 de janeiro de 2016

Voltei ao ginásio...



Fui experimentar esta aula, que no meu ginásio  substituiu o Body Balance, a achar que era algo pacífico e agora dói-me o corpo todo e mal me mexo!!! Até flexões fizemos! Já reclamei com a dona do ginásio, quero pelo menos uma aula de Balance por semana para acalmar, porque isto não tem nada a ver... Faz-me falta a parte do yoga e a meditação.

quarta-feira, 6 de janeiro de 2016

Susceptibilidade à publicidade...





Estou farta de ver publicidade a este champô e ainda não o vi à venda em lado nenhum! Supostamente com ele o cabelo fica fresco e durante 72 horas não precisamos de o lavar. Já alguém o viu à venda? Já alguém experimentou? Alguém se oferece como cobaia?
Entornei o azeite para dentro do prato e ficou tudo ensopado. Foi sem querer, mas chamei-lhe peixe "à lagareiro" :)

terça-feira, 5 de janeiro de 2016

Zangada com os senhores da FNAC!

Então não é que fiz uma encomenda para chegar ontem entre as 19h e as 22h a casa dos meus pais (aniversário do meu pai) e a dita encomenda só chegou hoje às 8h30 da manhã?!? Primeiro não tem nada a ver com o horário que se pretendia, o aniversário do meu pai foi ontem e hoje podia não estar ninguém em casa. Depois paguei um extra de 4,70€ para me entregarem a encomenda em um dia útil em casa e no horário pretendido e demoraram mais de um dia, além de entregarem num horário bem diferente. Por fim, fui fazer a reclamação, que é paga se for por telefone, e vi que o produto (Asus Powerbank ZenPower 10.050mAh (Black)) está agora 10€ mais barato.

Fui ao site deles e fiz uma reclamação por escrito indicando o número de cliente e da encomenda. Agora é esperar o desfecho... Pena que o meu pai já viu, senão agarrava naquilo e além da reclamação dos portes de envio ia fazer a devolução e voltava a comprar de novo o mesmo produto on-line.

Já há muito tempo que não me lembrava de ficar tão agastada com uma coisa assim!!

segunda-feira, 4 de janeiro de 2016

E logo no dia 1...


Foi um início de ano em grande! Iniciei logo com um dia de cinema, em que as únicas coisas abertas no shopping eram o cinema e o "vitaminas e companhia". Um bom programa, com uma excelente companhia e um filme de que gostei muito. Para uma review do filme cliquem AQUI.

domingo, 3 de janeiro de 2016

Ano novo, plantinha nova!


Tive uma orquídea durante dez anos que, infelizmente, morreu no final do ano passado. Hoje fui à feira e trouxe esta comigo. A das plantas era uma das poucas bancas que ainda lá estavam à tarde depois da carga de água que caiu.
Quando entramos duas vezes na mesma loja e das duas vezes saímos de lá com ataques de tosse, lágrimas nos olhos e falta de ar, será isso um sinal? É que as pantufas dessa loja são bem mais baratas que as das outras lojas todas já em saldos!!

2016 vai ser um ano egoísta!


Um ano em que vou dar menos ouvidos aos outros e mais a mim mesma. Um ano em que vou tentar confiar mais em mim, no meu instinto e nas minhas ideias. Vou trabalhar para isso pelo menos... Sem chantagens emocionais, sem me preocupar mais com os outros do que aquilo que me preocupo comigo, sem valorizar mais as opiniões de outras pessoas, que considero inteligentes e superiores, do que as minhas próprias opiniões. Vou tentar parar de me mandar abaixo, parar de me desvalorizar e olhar para o que já alcancei, para o meu interior, para aquilo que sou, o que me define e tentar viver com mais orgulho em mim mesma, nos meus feitos e nas minha opiniões. Vou ser a minha melhor amiga, com mais auto-confiança e auto-estima. Vou tentar ser mais verdadeira e honesta comigo mesma e com os meus desejos. E quem realmente gosta de mim, vai gostar mais de mim assim! 

Não quer dizer que a partir de hoje não me vá preocupar com as outras pessoas, apenas não vou colocar as necessidades dos outros acima das minhas. Vou fazer isto por mim, para melhorar a minha relação comigo mesma e, e consequência, melhorar as minhas relações com as outras pessoas. 

E que seja um Bom Ano para todos!

sexta-feira, 1 de janeiro de 2016

Bom ano!


Que este seja um ano em cheio, com muita saúde, paz e amor! O ano de todas as concretizações, em que não nos falte nada do essencial: um bom emprego, reconhecimento pelo que fazemos, saúde e acima de tudo boas amizades e uma família feliz!

Bom ano a todos!