segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

Dos assaltos.


Uma vez que ando a ser assaltada todas as semanas coloca-se a questão, deve-se atestar o carro ou não?

Atestando-se poupa-se tempo e garante-se, pelo menos nos tempos que correm, que a gasolina é mais por menor preço, uma vez que agora todas as semanas tem aumentado 0,02€. Por outro lado o carro fica mais pesado e presumivelmente gasta mais.

E vocês, quando podem escolher, ainda no início do mês, o que fazem?

Bjs

7 comentários:

  1. Estou em depressão. Dinheiro mal gasto faz-me esse efeito:(

    ResponderEliminar
  2. Eu meto quando preciso (ou quando me deixam "meter" eheheh). Normalmente aproveito as idas à casa da aldeia, porque há um Intermarché com "gasosa" mais barata.

    ResponderEliminar
  3. Eu sinceramente vou metendo conforme vou precisando. Confesso que nunca pensei nessa questão. Sinceramente acho que vai dar tudo ao mesmo. Olha, já nem sei!! :S
    Porém, o que sei é que ele (€) sai da carteira assim num ápice! :-o

    Kiss

    ResponderEliminar
  4. Eu atesto sempre... Não gosto de perder tempo!:)

    ResponderEliminar
  5. Transportes públicos, é a minha sugestão.

    ResponderEliminar
  6. Atestar... mas dá-me urticária, só de pensar nisso!

    ResponderEliminar
  7. É encher até não caber nem mais uma gota...

    Primeiro, porque assim vou à bomba menos vezes e poupo tempo e depois porque no dia a seguir já custa mais um ou dois cêntimos por litro... O peso de mais 20 ou 30 kg é completamente irrelevante em termos de médias de consumo face aos aumentos sucessivos...

    ResponderEliminar

Todos os comentários são sempre bem-vindos ;)