terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

Felicidade


"(...) O psicólogo Abraham Maslow concebeu, em 1943, uma hierarquia das necessidades humanas, as quais, uma vez cumpridas, garantiriam a felicidade. O primeiro degrau da pirâmide é consagrado às necessidades fisiológicas (comida, água, abrigo e calor), seguindo-se o patamar da segurança (estabilidade e liberdade do medo), depois o amor (amigos, família, esposos e amantes), a auto-estima (realização, domínio, reconhecimento e respeito). E a culminar, bem no topo da pirâmide, fica a realização pessoal (talento, criatividade e plenitude).(...)"

Por Cristina Flora, na Revista Máxima

Eu tenho quase tudo, muito embora ainda tenha que trabalhar e melhorar muitas coisas. E vocês?

Bjs

7 comentários:

  1. Não sou muito de pseudo-ciências...lol

    E muito menos em compartimentos, sejam eles comportamentais ou outros...

    ResponderEliminar
  2. Eu acredito que tu e os restantes ainda tenham muito de aprender e tudo mais. Até porque ninguém é perfeito e quando acharmos que tudo temos-sabemos e por aí fora, então nada mais faz sentido. O que andamos aqui a fazer? Pois, é uma realidade nua e crua.

    Kiss

    ResponderEliminar
  3. Eu não tenho quase nada e não vejo melhoras nenhumas. lool

    ResponderEliminar
  4. UI, ui. Eu bem que tento, mas tá dificil alcançar a plenitude total. Mas acho que estou no bom caminho... digo eu. Também, se eu não acreditar em mim, quem acreditará;)
    Bjokas

    ResponderEliminar
  5. Eu diria que, regra geral, sou então uma rapariga com as suas necessidades bem satisfeitas =P

    ResponderEliminar
  6. Eu também tenho quase tudo. A bem dizer tenho tudo, e sou feliz! Tenho os meus momentos de infelicidade, mas quem não os tem??? E se não fossem esses, como iamos dar valor aos outros? :)

    ***

    ResponderEliminar

Todos os comentários são sempre bem-vindos ;)