quarta-feira, 6 de abril de 2011

Cada vez custa mais...

manter uma mente positiva... Basta ligar a televisão e ver o telejornal e ponho-me a pensar: "E se me tirarem o subsídio de férias, como é que pago as quotas na ordem?  E se me baixam o ordenado, como é que chego ao fim do mês? E o empréstimo da casa? E o custo da gasolina?"
Há alturas em que tem sido muito complicado gerir estas perguntas na minha cabeça. Eu já não moro com os meus pais e apesar de estar bem, não ganho o suficiente para fazer poupanças. Começo a ficar com receios.
Acho que, nestas alturas, o melhor é desligar a televisão e ler um bom livro. De qualquer maneira as más noticias correm rápido e se acontecer alguma coisa decerto que saberei num instante.

Bjs

8 comentários:

teardrop disse...

Sinceramente também prefiro não ver tv... As coisas parecem cada vez piores e eu gosto de ver a vida pelo lado positivo. Espero que consigamos encontrar o caminho!

Fresco_e_Fofo disse...

Estou contigo, camarada.
Vamos desligar a televisão, o rádio, a net... que esta m$#da dá cabo da carola a uma pessoa.
Estou tão farto, tão saturado, cansado, de más notícias, que nem quero pensar muito no assunto.
Vou tentando levar isto a rir e a inventar piadas, mas tá difícil.
Uma pessoa passa a vida na esperança de que a vida melhora, nem que seja para que os filhos não passem o que nós passámos, para chegar à idade em que era suposto não ter grandes preocupações e toma lá com mais uma crise.
A minha filha está numa situação parecida, só que é professora. Nunca foi colocada (e até tem evitado, porque tem ganho mais), mas tem tido sempre trabalho na área da formação (a recibo verde).
Comprou casa e foi viver sozinha, mas agora começa a ficar preocupada com uma possível falta de investimento na formação. Os cursos acabam e não arrancam outros...
Vamos ver no que dá. Vamos ver se ainda vamos ter de apertar mais o nosso cinto, para a ajudar...

Manuela disse...

Querida MAG, já passámos por fases idênticas a estas em 1976/77 em que o leite, o açucar, etc. foi racionado. Em 1983, também. E continuamos por cá ;)
Beijinhos e lê um bom livro ;)

Filó disse...

Olha então já somos três a juntar se à causa....
Deixei de ver televisão, já não posso ouvir as palavras crise, FMI, governo...juros , dívida, e sei lá que mais...
Que a situação está difícil, já nós sabemos....mas não é preciso martirizar-nos a toda a hora com isso. Temos é que tentar inverter a situação, não deixar as pessoas à beira de um ataque de nervos....
E outra coisa (já diz o ditado que a culpa morreu solteira) parem de atirar culpas uns para cima dos outros ....a culpa é de todos (e não falo só pelo nosso país) sem excepção... assumam os erros e toca a corrigir....

Nokas disse...

Eu já nem vejo notícias...é alarmismo a mais!!

Cacarol disse...

Tens tijolos?

Menina do Norte disse...

Eu já me recuso a ver telejornais. Prefiro seleccionar as notícias na web!

Beijinho*

ariel disse...

Há muita gente a pensar no mesmo que tu...enfim...vale mais nem pensar